Origens e aplicações Aromaterapia

Terapias 08/11/2012 por Ofélia Jesus

Cada vez mais a terapia preventiva tem um papel a desempenhar na área da medicina complementar. Isto deve-se a uma tentativa de restabelecer a ligação com o nosso Planeta, tão naturalmente disfrutado pelos nossos antepassados, os quais mantinham uma relação mais sinérgica com a terra.

Embora a medicina ortodoxa tenha uma função inquestionavelmente importante, a responsabilidade de manter a nossa saúde e bem-estar pessoais cabe-nos a nós, em última instância. Os nossos corpos, tal como as coisas vivas, percisam de ser alimentados, para que se desenvolvam. Como nos encontramos integrados nos processos de vida da Terra, resulta naturalmente daí que dependemos do Planeta para sobreviver. Os nossos antepassados sabiam-no: tudo recebiam e tudo devolviam a Terra. Mas nós cortamos essas ligações. Temos de as restabelecer, se pretendemos salvaguardar a existência.

A medicina preventiva está ao alcançe de todos nós, e as plantas situam-se entre as mais preciosas ofertas que o Planeta nos pode fazer. Temos de as compreender, de as acarinhar e de as usar com senso. A aromaterapia, que recorre aos óleos essenciais obtidos das plantas, representa uma das formas de como o podemos fazer.

A aromaterapia é a ciência que explora o uso dos oléos das plantas para beneficio da sociedade.

De determinadas plantas aromáticas é extraído o óleo essencial a ser aplicado isoladamente ou em combinação com outros aromas, dependendo das enfermidades e do indivíduo.
Óleos essenciais são substâncias voláteis extremamente concentradas, que possuem princípios ativos de acordo com suas composições químicas. Dependendo da planta, o óleo essencial terá características diferenciadas de aroma, cor e densidade.
Os óleos essenciais podem ser usados através de massagens, tratamentos de beleza (cremes, loções, gel ou puro) , através da inalação, banhos aromáticos, escalda-pés, travesseiros aromáticos, e perfumadores de ambientes.
A aromaterapia não e apenas psicossomática.Todos os óleos agem sobre o corpo físico de diversas maneiras, e constituem alguns dos mais poderosos agentes anti-bacterianos que conhecemos.
Os óleos essenciais também podem ser usados para “equilibrar” os fluxos subtis de energia do corpo, de modo semelhante ao da acupunctura.

Dependendo da forma de uso provocará efeitos físicos, mentais e emocionais, alterando a respiração, os batimentos cardíacos, pressão arterial, estados de ânimo, concentração, etc.

É utilizada no tratamento das mais variadas enfermidades e desequilíbrios, sendo considerada uma terapia holística. A Aromaterapia deve, mesmo assim, ser empregada com cautela e de preferência, guiada por um profissional especializado, que saberá verificar as contraindicações, além de dosagens melhores formas de uso.

blog comments powered by Disqus
Kundaliní - Centro de Yoga © 2017